A CONFEDERAÇÃO ESPÍRITA CEARENSE - 1946/50

CRONOLOGIA ILUSTRADA DO GEAP

1946 - 1950

1946
Em janeiro, Olívio Silva ofertou a Confederação diversos materiais para a escola que estava preste a ser inaugurada.

No dia 27 de janeiro José Borges visita o C.E. Os Trabalhadores da Igreja do Caminho.

A Escola Espírita Leopoldo Machado da Confederação passa a funcionar em 1º de fevereiro dirigido por Theodorico Barroso sendo Maria de Lurdes de Carvalho é indicada para ser a primeira professora da escola de alfabetização. Uma momentosa festa marcou o início da Escola.

Theodorico Barroso
Maria de Lurdes

No dia 3 de fevereiro ocorre a instalação das Escolas Combinadas representadas pelas escolas: Leopoldo Machado, Hélio Caracas, Moreira Guimarães e Viana de Carvalho com a presença de toda a direção da CEC e das personalidades Torres de Melo (que presidiu a reunião, foto ao lado), do Prof. Euclides César (Presidente do GEAP em 1930), Masulo Melo (Presidente da Federação Espírita Cearense) e de Stefânia Rocha.

José Ramos Torres de Melo (Pai do General Torres de Melo) nasceu a 18 de março de 1892 em Fortaleza. Foi Grão-Mestre do Grande Oriente Estadual do Ceará; Presidente do asilo de mendicidade do Ceará; Presidente da Federação das Associações do Comércio e Indústria do Ceará e presidiu diversas organizações no Ceará. Faleceu em 19 de novembro de 1969.
http://fortalezanobre.blogspot.com.br/2010/05/escola-jose-ramos-torres-de-melo.html  

No dia 12 de maio o Centro Espírita Joana D’Arc solicita a filiação a Confederação.
Atualmente Sociedade Espírita Joana D'Arc. Foto tirada durante a XI Jornada da Mulher Espírita do Ceará

No mês de maio o C. E. José Bonifácio muda-se provisoriamente para a rua Domingos Olímpio.

No dia 14 de julho José Borges obtém a aprovação da diretoria para que um grupo de oficiais do exército estudasse os fenômenos espíritas através de trabalhos experimentais as terças-feiras na sede da Confederação.

No dia 11 de agosto José Borges comunica que o Centro Espírita Camille Flammarion estava funcionando provisoriamente as quartas-feiras na sede da Confederação. Clidenor Capibaribe (ver nota abaixo) discorre sobre fatos passados da curta existência deste centro e informa que suas atividades terão por fim a preparação de oradores e a divulgação do idioma Esperanto.

Clidenor Capibaribe (Juazeiro do Norte - CE 1908 - Fortaleza - CE 1993) 
Desenhista, pintor e ceramista 
Autodidata. Um dos fundadores do Centro Cultural Cearense de Belas Artes, futura Sociedade Cearense de Artes Plásticas (S.C.A.P.). Tomou parte e foi premiado em diversas mostras em Fortaleza.

Nesta mesma data (11 de agosto) José Borges propõe o forramento do prédio da sede da Confederação, constituindo a seguinte equipe de trabalho: Antonio Domingos para os trabalhos de carpintaria, José Lucas da Silva para os trabalhos de alvenaria e José Borges na coordenação da execução da obra. Ainda neste dia a fundação do Centro Espírita Fé e Caridade na Pavuna distrito de Pacatuba graças aos esforços de José Alexandre Sousa e outros.
O Centro Espírita Deus e Fé passa a funcionar conjuntamente com o Centro Espírita Santa Mônica Helena na rua Santa Luzia s/nº no bairro Matadouro Madelo.

Em outubro o forro do salão auditório da Confederação é colocado.

No dia 24 de novembro Maria de Lourdes de Carvalho formula um convite a diretoria para a solenidade de encerramento das aulas ministradas nas escolas que funcionavam na Confederação.

No dia 1º de dezembro ocorre o lançamento da pedra fundamental para a construção da sede do Centro Espírita Joana D’Arc através dos esforços de Raimundo Ferreira. Adriano Saboia esteve à frente dos trabalhos de construção.

Durante este ano outras escolas foram abertas nos Centros Espíritas.

1947
No dia 5 de janeiro José Borges presidiu a inauguração da sede do Centro Espírita Joana D’Arc.
Milton Medran Moreira palestrando na Sociedade Espírita Joana D'Arc no ano de 2011

Zenóbia Almeida da Silva filha de José Feliciano da Silva é batizada na Confederação no dia 27 de abril às 10 e meia o seu nascimento deu-se em 3 de fevereiro (Prática influenciada pelos maçons da Confederação).

No dia 11 de maio ocorre a filiação do Centro Espírita Familiar Padre Cícero Romão Batista de Fortaleza. Há uma referência ao Centro Espírita Jesus no Monte Tabor. Joaquim Manoel de Carvalho encontra-se enfermo e em dificuldades financeiras.

No dia 27 de junho o filho de Antônio Alves de Linhares manda uma carta para a Confederação retificando a data de nascimento e desencarnação de seu pai que respectivamente são: nascimento – 12 de março de 1889 e desencarnação – 7 de abril de 1933.

No dia 27 de julho há referências a José Alves Filho que orienta o Centro Espírita Jesus Nosso Mestre quanto à admissão de sócios. Há referência ao Centro Espírita Obreiros do Bem.




No dia 6 de agosto ocorre a eleição e posse da nova diretoria da Confederação para o período de 6/agosto/1947 a 6/agosto/1949. José Borges dos Santos é reeleito pela 2a vez presidente da Confederação para o biênio 47/49.




NOTA REFERENTE AO DISCURSO DE 6 DE AGOSTO POR JOSÉ BORGES:
Durante a solenidade de posse, José Borges afirma que é conhecedor dos principais problemas da Confederação e lê um discurso apresentando um relatório de sua gestão, contendo inicialmente o programa de ação traçado para a Confederação para o período anterior de 1945 a 1947, assim resumido nos seguintes pontos:
1º.  Aumentar a renda da Confederação;
2º. Fundação de uma escola para crianças pobres;
3º. Criação de uma livraria;
4º. Fazer a fusão de todas as Caixas Funerárias;
5º. Congregar todas as entidades da Capital;
6º. Forrar o prédio da Confederação;
7º. Comprar mobiliário.

Em seguida, apresentou o que foi possível executar na sua gestão, como se segue:
1º. Aumento da renda mensal de Cr$ 400,00 (quatrocentos cruzeiros) para a renda média de Cr$ 1.400,00 (um mil e quatrocentos cruzeiros).
2º. Fundação da Escola Leopoldo Machado e sua manutenção;
3º. Fundação da livraria;
4º. Fusão dos Caixas Funerários com 32 Centros Espíritas confederados, com um número superior de 2.000 (dois mil) sócios.
5º. Reforma no salão principal colocando o forro;
6º. Nos trabalhos espirituais realização de curas do ponto de vista físico e espiritual.

Na sessão do dia 10 de agosto José Elias Correia é apresentado por José Borges como novo trabalhador da Confederação. Nesta mesma sessão a Comissão de Propaganda passa a denominar-se André Luiz.

Em setembro ocorre a fundação do Centro Espírita Marcelino de Milão com sede provisória na rua Monsenhor Bruno às 19 horas.

No dia 28 de setembro a referência de visitação ao Centro Espírita Os Missionários da Luz em Maranguape no distrito de Jardim de Bragatino.

No dia 14 de setembro é comunicado que Manoel Coelho Freire achava-se enfermo. No dia 28 de setembro é comunicado o desencarne do mesmo. Manoel Coelho Freire foi presidente do GEAP no período de 38/39. Manuel Anselmo da Silva assume a vice- presidência em seu lugar.

No dia 14 de dezembro José Borges comunica que no dia 1º de março de 1848 será fundado o jornal espírita A VOZ DO ALTO.

No dia 28 de dezembro o Capitão Justino Lopes da Cunha sugere a conveniência de se promover através do rádio o programa “A HORA RADIOFÔNICA”, sendo, entretanto a ideia adiada para o futuro.

1948


                                                Atualmente Fundação Espírita Rodolfo Teófilo

No dia 10 de janeiro é fundado por Júlio Maciel (foto) na cidade de Russas o Centro Espírita Rodolpho Theófilo, a primeira instituição local.

No dia 11 de janeiro José Borges comunica que nesta mesma data, o Centro Espírita Ismael, Caridade e Luz (o mais antigo Centro Espírita da Confederação) estava sendo instalado no bairro do Mucuripe.

No mês de janeiro desencarna Manuel Alexandre Ferreira que fora dentre outras funções vice-presidente da Confederação nas gestões de 1943 e 1945.

No dia 30 de janeiro é fundado a União da Juventude Espírita Paraense.

No dia 1° de março é fundado o Jornal A Voz do Alto por José Borges dos Santos e Antônio Izaías de Jesus. Na época se comemorava o "Centenário dos primeiros fenômenos espíritas", uma referência aos fenômenos de Hydesville no dia 31 de março de 1848 nos Estados Unidos da América.


O Centro Espírita Jesus no Poço de Jacó é fundado por João Clementino da Silva em março de 1948, na cidade Maranguape. Sua primeira sede foi na rua Floriano Peixoto, 70.  Em 11 de setembro de 1983 sua sede foi transferida para o atual endereço na rua Marcílio Dias, 1108, bairro N. S. das Graça em Fortaleza.

É realizado a eleição da diretoria do C.E. Seguidores de Jesus na data do aniversário do centro em 18 de março.

No dia 28 de março o Centro Espírita A Samaritana tem sua sede no bairro Damas e o Centro Espírita Urubatan de Deus no Jardim América.

No dia 31 de março José Borges funda a Mocidade Espírita Cearense na Confederação, primeiro núcleo de juventude no Estado do Ceará. Theodorico Barroso torna-se o mentor da Mocidade Espírita Cearense. 

Nesta data são comemorados os 100 anos dos famosos fenômenos de Hydesville com a família Fox nos Estados Unidos que deram início ao Novo Espiritualismo.

Na mesma data de 31 de março ocorre o lançamento da pedra fundamental da Casa de Saúde e Ambulatório Psiquiátrico Antônio de Pádua.

Em abril, Clidenor Capibaribe, é credenciado para participar de um concurso de pintura em Recife, Pernambuco, representando a CEC.

NOTA: Guilherme Clidenor de Moura Capibaribe (Juazeiro do Norte, 10 de março de 1908 — Fortaleza, 8 de abril de 1993), conhecido como Barrica, foi pintor, ceramista, restaurador e desenhista brasileiro. A riqueza artística da fase das décadas de 50 e 60 coloca o artista entre os grandes impressionistas do BrasilEm 1959, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde reside até o fim da década de 1980, período onde realizou exposições em galerias de São Paulo, Brasília, Salvador e Fortaleza, entre outras.

Troféu Sereia de Ouro, criado pelo chanceler Edson Queiroz.

Em 1985 Barrica (Clidenor Capibaribe) é homenageado com o Troféu Sereia de Ouro. No dia 07 outubro de 1986 recebe o Título de Cidadão de Fortaleza na Câmara Municipal de Fortaleza.



Casa Malasombrada
Festa a sombra da árvore
 Olaria 
Paisagem de pessoas, casa e arvores
Poema de Araruama
Sitio Talismã
 Árvores

No dia 25 de abril há referência ao Centro Espírita Paulo, a Caminho de Damasco.

Olívio Silva comunica ter fundado em abril o Centro Espírita Anesio da Siqueira, no retiro Bom Jesus no bairro do Seminário e do Centro Espírita Frei Vidal da Penha na rua Marupiara s/nº no dia 25 de abril (no dia 1º de agosto torna-se adeso a Confederação) seu primeiro presidente foi Raimundo Firmino da Silva.



No dia 28 de maio é fundada a Legião Espírita Feminina por Joaquina Esther Sales Pessoa e apoio de José Borges dos Santos. Funcionando as segundas feiras nas dependências da Confederação durante 13 anos até a construção de sua sede.






No dia 6 de junho é fundado o Centro Espírita Dr. Antônio Justa.

 
Atualmente Sociedade Espírita Antônio Justa




No dia 7 de julho, José Ferreira Mota e sua mulher Rosa Xavier Mota doam a Confederação um terreno situado no Parque Bela Vista para construção de um hospital psiquiátrico.






Nos dias 9, 10 e 11 de julho ocorre o 1º Congresso Espírita Juvenil realizada pela Juventude Espírita Sergipana com a participação de juventudes de Sergipe, Bahia, Alagoas e Pernambuco.

De 18 a 25 de julho, ocorre na cidade do Rio de Janeiro, o 10 Congresso de Mocidades Espíritas do Brasil em que a Mocidade Espírita Cearense foi representada pelo escritor e poeta espírita Clóvis Ramos.
Plenária do 1º Congresso de Mocidades Espíritas do Brasil realizado no Rio de Janeiro em 1948. Lins de Vasconcellos encontra-se de pé, ao microfone. Fonte Anuário Histórico Espírita. Eduardo Carvalho Monteiro, Editora Madras USE-SP, 2003, p. 25.

No dia 26 de julho é comemorado mais um aniversário do GEAP e aposição do retrato de seu fundador Antônio Alves de Linhares (quadro ao lado) no salão nobre de conferências.

No dia 26 de julho é deliberado em reunião de diretoria da CEC do credenciamento de Leopoldo Machado para representá-la no Congresso Brasileiro de Unificação Espírita.


No dia 6 de agosto ocorre o 1º Festival da Juventude Espírita Cearense.

No dia 24 de agosto José Feliciano da Silva realiza sessão espírita no Centro Espírita Urubatan de Deus em Pedra D’Água distrito de Maranguape.

No dia 24 de agosto é citado em ata o Centro Espírita Jesus e sua Doutrina, fundado por José Borges, Manoel Anselmo e outros confrades.

No dia 12 de setembro José Borges comunica a vinda de Leopoldo Machado a Fortaleza no dia 24 de novembro (data adiada posteriormente para o ano de 1950).

No dia 26 de setembro é fundado a Instituição Espírita Nosso Lar por Antônio Leite de Araújo Filho (General Leite, foto ao lado).


Entre os dias 30 de setembro a 4 de outubro ocorre o Congresso Espírita do Nordeste em Natal, a Confederação é representado por Antônio Domingos.

Em outubro são instaladas as novas cadeiras do auditório da CEC.

De 31 de outubro a 05 de novembro, ocorre o Congresso Brasileiro de Unificação Espírita, realizado em São Paulo (SP) pela União Social Espírita, futura União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo. A Confederação Espírita Cearense foi representada por Leopoldo Machado, onde apresentou o seu "Estudo e Sugestões para o Programa de Unificação".
Em 12 de novembro José Borges realiza a inauguração do Ambulatório Espírita Antônio de Pádua, fundada por José Ferreira Motta.

Na ata do dia 13 de novembro o jovem Orlando Borges dos Santos (14 anos) usando da palavra na reunião de diretoria da Confederação disse ter trazido boas impressões das festividades realizadas no Centro Espírita Seguidores do Caminho.

No dia 28 de novembro o Prof. Euclides César comparece a solenidade de encerramento das escolas da Confederação.


1949

No dia 3 de abril Milton Borges assume a direção da Mocidade Espírita Cearense.
Desencarna Joaquim Manoel de Carvalho, membro fundador do GEAP e pai de Maria de Lurdes Carvalho no dia 29 de maio de 1949. 

No dia 6 de agosto José Borges dos Santos é reeleito pela 3a vez presidente da Confederação para o biênio de 6 de agosto de 1949 a 6 de agosto de 1951.

Nesta data Orlando Borges dos Santos é eleito para o cargo de 1° Bibliotecário da CEC. Este será o seu primeiro cargo oficial no Movimento Espírita Cearense. Orlando faria 15 anos no dia 16 de agosto.

Em seu discurso de posse (ata de 6 de agosto de 1949, pág. 30) José Borges dos Santos faz a seguinte referência: "E no dia de hoje, para a nossa maior glória surge o novo órgão - "Ceará Espírita" - órgão doutrinário e de propaganda do círculo espírita "Obreiros do Bem", o qual funciona sob os auspícios desta Confederação, e que, apesar de ter outra direção. manterá e defenderá os mesmos postulados de "A Voz do Alto", na mais perfeita cooperação e união de vistas. São assim, portanto, dois órgãos, a favor de uma mesma causa. O primeiro (Ceará Espírita) tem como diretor o nosso querido irmão Antônio Izaías de Jesus, e o segundo, o nosso não menos querido irmão, José Elias Correia. Em seu discurso faz também referência a mais de 60 Centros Espíritas filiados e 9 (nove) Escolas de Alfabetização, sendo duas na própria sede da Confederação.

No dia 5 de outubro ocorre o acordo de unificação do movimento espírita brasileiro que por sua significação recebeu o cognome de “PACTO ÁUREO”, ocorrido na cidade do Rio de Janeiro. A Federação Espírita Brasileira e a Liga Espírita do Brasil se uniram constituindo o Conselho Federativo Nacional, que ficou sob a chancela da FEB, transformando-se a Liga na Federação Espírita do Estado do Rio de Janeiro.

1950
No dia 2 de abril Milton Borges é reeleito pela 2ª vez para a direção da Mocidade Espírita Cearense e Orlando Borges dos Santos (foto) é eleito 1° tesoureiro.

Consta a assinatura de José Alves Filho na ata de 30 de julho.

No dia 8 de outubro José Alves Filho é citado como representante do Centro Espírita Obreiros da Vida Eterna.

No dia 20 de novembro é fundado o Círculo de Renovação Espiritual pelo Dr. Mário Rocha e sua esposa Milena Prado Rocha (foto).

Dos dias 21 a 23 de novembro Leopoldo Machado chega à Fortaleza juntamente com outros caravaneiros no sul do país com o propósito de Unificação da família espírita dos estados do nordeste e do norte do Brasil em torno do Pacto Áureo.
A caravana da fraternidade em Natal, RN: Vêem-se, com os caravaneiros Leopoldo Machado, Francisco Spinelli, Luiz Burgos Filho (substituto de Lins de Vasconcelos), Ary Casadio (médium famoso à época), Carlos Jordão da Silva, Sebastião Avelino de Machado, Abdias Antônio de Oliveira e diversos confrades (Reformador, agosto/1997).
Caravana da Fraternidade em Fortaleza. A esquerda Maurício Holanda, no centro Leopoldo Machado e na direita José Borges dos Santos


Pesquisa elaborada por:  André Luiz Bezerra Borges dos Santos


Créditos das imagens:
Arquivo Pessoal
Arquivo GEAP
Memórias do Espiritismo, Luciano Klein Filho
Web: Google

Comentários

  1. Vi que você citou o nome de José Alexandre de Sousa, estou precisando saber mais sobre ele e se possível conseguir uma imagem. O nome do Centro Espirita que frequento é em homenagem a ele mas não entendo porque não temos referencia alguma do mesmo. Você não teria alguma informação que pudesse me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Confrade!O GEAP (Grupo Espírita Auxiliadores dos Pobres) possui o mais rico acerco de informações do Movimento Espírita Cearense do Passado graças a preservação de todos os livros de ata que eram religiosamente registados quinzenalmente ao longo das décadas. Os anos 40, principalmente no ano de 1946 se faz inúmeras alusões a José Alexandre de Sousa, inclusive com sua assinatura constando em atas. Seria necessário fazer um apanhado minucioso para compilar as citações do seu nome. Quiça, consigamos fazê-lo brevemente.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

DR. EDSON QUEIROZ E AS CIRURGIAS ESPIRITUAIS EM FORTALEZA

ESPIRITISMO E O ISLAMISMO - PARTE 1

JORMESP NO GRUPO ESPÍRITA AUXILIADORES DOS POBRES